O bairro do Turu, em São Luís, já tem 422 casos e é o bairro da região com maior registro da doença.

Turu, em São Luís, é o bairro com maior número de casos na Grande Ilha. Afonso Diniz/G1 MA A Região Metropolitana segue com maior número de casos do novo coronavírus em todo o Maranhão.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) disponibilizou a lista de bairros que já possuem registros da Covid-19 na Grande São Luís.

Segundo o último boletim da SES, divulgado na noite dessa sexta-feira (31), o bairro do Turu, em São Luís, já tem 422 casos e é o bairro da região com maior registro da doença, seguido pelos bairros da Cidade Operária, com 306 casos, e Renascença, com 302 casos da doença. Alguns casos, no entanto, não estão listados por bairro devido a não informação do endereço por unidade privada.

Casos por Bairros (Grande São Luís) Coronavírus no Maranhão O Maranhão chegou a 120.661 casos confirmados de Covid-19, segundo o que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nesta sexta-feira (31).

Os números apontam ainda que o estado chegou a 3.013 mortes pela doença e 108.568 curados. Nas últimas 24 horas, foram confirmadas mais 17 mortes em dez municípios (veja a lista completa abaixo).

Dos novos casos, 109 estão localizados na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar), 46 em Imperatriz e 1.244 foram nas demais regiões. Ao todo, o Maranhão tem 9.080 pacientes em tratamento, sendo que 8.499 cumprem isolamento domiciliar, 357 estão internados em enfermarias e 224 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Até o momento, 4.636 casos seguem sob suspeita no Maranhão.

A secretaria afirma que desde o início da pandemia, 265.983 testes para Covid-19 já foram realizados no estado (governo + empresas privadas) e 142.673 foram descartados. DÚVIDAS: Veja mais de 40 perguntas e respostas GUIA ILUSTRADO: Conheça mais sobre o Covid-19 Ficar em casa Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças. Cuidados Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo.

Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. Initial plugin text